.............................................................................................................................................
A+   A-
Devoção ao Sagrado Coração de Jesus

Como surgiu a Devoção ao Sagrado Coração de Jesus (S. Margarida Maria Alacoque)

É inevitável neste percurso das Devoções, não mencionar a Devoção e a Consagração ao Sagrado Coração de Jesus no final do século XIX, que resultou em uma série de outras devoções, enriquecendo ainda mais a espiritualidade da Santa Igreja, como também, uma aproximação maior aos Sacramentos e às novas ordens religiosas.
Tendo Jesus um coração cercado de espinhos, manifesta ao mundo o seu amor sofredor pelos pecadores e fiéis que, haviam esquecido, o seu gesto incopiável da Cruz, maior prova de amor que Deus tem por nós.
Foi a uma pequenina e humilde freira visitandina, que o Senhor escolheu para revelar ao mundo a devoção ao seu Sagrado Coração. As aparições se deram entre o ano de 1673 à 1675, à Santa Margarida Maria Alacoque, que como os Pastorinhos de Fátima também teve dificuldades de espalhar ao mundo a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, que Ele próprio tinha revelado. Conta-nos Santa Margarida; “Meu Divino Coração está tão apaixonado pela humanidade e por ti em particular, que não podendo por mais tempo reter em si as chamas de sua ardente caridade, necessita comunicá-las por teu meio, e manifestarem-nos para enriquecê-los com seus preciosos tesouros que te descubro, que contêm as graças santificantes e salutares necessárias para retirá-los do abismo da perdição; e eu te escolhi como um abismo de indignidade e de ignorância para a realização deste grande plano, a fim de que tudo seja feito por Mim.” (autobiografia de S. Margarida Maria Alacoque, nº 53).
Do Coração Divino de Jesus e no pequeno coração humilde de Margarida nasce a Consagração ao Sagrado Coração de Jesus: “Eu,…, Vos dou e consagro, ó Sagrado Coração de Jesus, minha pessoa e minha vida, minhas ações, penas e sofrimentos, para não querer mais servir-me de nenhuma parte do meu ser, senão para Vos honrar, amar e glorificar. É esta a minha vontade irrevogável: ser todo Vosso e tudo fazer por Vosso amor, renunciando de todo o meu coração a tudo quanto Vos possa desagradar. Tomo-Vos, pois, ó Sagrado Coração, por único bem de meu amor, protetor de minha vida, segurança de minha salvação, remédio de minha fragilidade e de minha inconsciência, reparador de todas as imperfeições de minha vida e meu asilo seguro na hora da morte. Sede, ó Coração de bondade, minha justificação diante de Deus, Vosso Pai, para que desvie de mim sua justa cólera. Ó Coração de amor! Deposito toda a minha confiança em Vós, pois tudo temo de minha malícia e de minha fraqueza, mas tudo espero de Vossa bondade! Extingui em mim tudo o que possa desagradar-Vos ou se oponha à Vossa vontade. Seja o Vosso puro amor tão profundamente impresso em meu coração, que jamais possa eu esquecer-Vos, nem separar-me de Vós. Suplico por todas as Vossas finezas que meu nome seja escrito em Vosso Coração, pois quero fazer consistir toda a minha felicidade e toda a minha glória em viver e morrer como Vosso escravo. Amém”.
O mesmo Jesus explica os frutos desta devoção; “O Sagrado Coração é uma fonte inesgotável que não pretende senão comunicar-se aos corações humildes para que, mais livres e disponíveis, orientem a sua vida na entrega total à sua vontade. Deste Divino coração, brotam sem cessar três canais de graça. O primeiro é a da misericórdia para com os pecadores, sobre os quais infunde o espírito de contrição e de penitência. O segundo é a da caridade, para auxílio de quantos padecem tribulações e em especial dos que aspiram à perfeição, a fim de que superem todas as dificuldades. O terceiro é de amor e luz para os seus amigos perfeitos que deseja unir a Si para a fim de que eles se consagrem inteiramente a promover a sua glória, cada um a sua maneira”. (S. Margarida Maria Alacoque, Vie et Oeuvres)
O ato de consagração, só foi feito mesmo, no dia 11 de Junho de 1899, pelo papa Leão XIII, em união com toda a Igreja e consagrou-se toda a Raça Humana ao Sagrado Coração de Jesus.
Certamente, Nossa Senhora vem pedir reparação ao Santíssimo Coração de Jesus, porque também ela sofre ao ver o seu filho sendo tratado com tanto desprezo e indiferença pelos homens que continuam a não ouvirem a voz de Deus e da Mãe que pedem reparação.

"Sagrado Coração de Jesus:Eu confio em vós"

.............................................................................................................................................
Imprimir este ensinamento   | Envie para um amigo
Visualize a liturgia de uma data específica definindo a data abaixo.
Dezembro 2018
D S T Q Q S S
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          
.........................................................................................................
A Igreja celebra hoje:
Santa Joana Francisca de Chantal
Se preferir, escolha uma data diferente da atual.
. .